Brasília (21/06 a 31/06) 3ª Parte

Eu disse que voltava. Agora com a terceira parte dessa viagem, e ainda (penso eu) que não tá nem na metade. Isso deve render umas 5 ou 6 partes.
Eu parei na parte do final da abertura do JIF não foi? Voltando agora.

Lembrando que no dia da abertura, uns 40 minutos depois a gente fica sabendo que a cmpetição do atletismo foi adiantada; iria ser na terça e quarta, ficou pra segunda e terça. Lá vai a gente dormir cedo pra acordar de 5:15. Digo a você, foi bronca pra sair daquela cama quentinha, com o ar ligado a porta da varanda aberta, tá pensando que dormir cedo é fácil? Tem que ser especialista, e nisso não sou. (<< se os treinadores verem, me ferro).

1º dia de competição (segunda dia 24/05)

5:15, lá vai eu acordar e procurar o sol abrindo a cortina do quarto. Cadê o sol? Esqueci que era Brasília, o sol só aparece depois das 6:00. Blz então. Tomei banho, que água mais "quente", desci tremendo pra tomar café e aproveitei o fogo que tava aceso lá pra ficar me esquentando, quase coloco os pães de queijo dentro do esquente. a gente tinha que tá de 7:20 no local da prova.
A gente chegou lá umas 7:40.
Primeira prova. Arremesso de peso. Foi o Carlos André que fez suas jogadas lá, mas não deu pra se classificar, ele ficou em penúltimo. Passou tudo tals, lá vem a segunda prova mais importante do dia e talvez a mais importante 100m Rasos Feminino e Masculino.
No femino correram, Mariana e Fernanda.
Vou dizer um negócio, quase nao consigo gravar elas correndo, foi rápido.
Fernanda bateu os recordes da pista. Mari conseguiu se classificar pra segunda fase.

Agora sim! 100m rasos masculino, quem correu quem quem? Ele Diógenes Michel ;) meu véi 10"90 não é pra qualquer um, (cá pra nós, o cara de Maranhão correu no máximo ali). Valeu Dio! Correu demais parceiro.

A última prova do dia. 4X100m Masculino. Essa é a prova que não quero me recordar. Um erro e foi tudo pelos ares, 4 meses de treino intensivo sendo jogado fora em menos de 12 segundos.
Saí do bloco, eu já tava em segundo ali, um erro de comunicação na hora de passar o bastão e a gente "queimou" a área de passagem Queimou entre aspas mesmo, porque depois que a última equipe já estava faltando 100m metros pra terminar ela vem e fala "Por que vocês não continuaram?" eu respondi " a gente queimou a passagem" e ela "vocês queimaram agora". Olhei pra ela, tirei a sapatilha, soltei dois palavrões na pista, quase ia sendo suspenso. e Saí da pista.
Tava sem paciência joguei a sapatilha na parede, ai veio a família atletismo amparou tals. Mas é uma coisa que você não esquece. Almocei pouco, voltei calado pro hotel muito chateado, troquei de roupa e voltamos pra pista. Mesmo arretado ainda tinha o outro revezamento a tarde.

Revezamento medley
Antes de começar o revezamento, tivemos a final dos 100m rasos masculino, lá estava Diógenes, mas infelizmente uma distenção na coxa tirou ele da pista na maca. Juntando o 4X100 com a perda do Diógenes pra correr com a gente no medley, já estáva bastante peso pra correr, com essa era mais que o limite. Tinha que correr com o coração pendurado.
A gente correu demais, nunca vi isso.
é tanto que aqui está o resultado


Mesmo assim o dia não terminou tão feliz.

Depois eu volto com o resto da competição.

Related Posts

Nenhum comentário:

Postar um comentário