Conferência Rio - 20

Estava lembrando aqui da Conferência Rio +20 e passei a pensar assim: quantas conferências já não foram realizadas e os países que assinaram e se dispuseram a concordar com os termos, continuam a praticar as barbáries políticas e sociais de piores instâncias? Independentemente de quem seja: país desenvolvido, subdesenvolvido. Todos contribuem pra isso. ;)
Papel assinado não é sinal de cumprimento de palavra. A muito tempo isso não acontece. O que me faz pensar que conferência desse tipo não anda pra canto nenhum, ou quer dizer, anda sim, para o lado, para o lado de quem mais tem influência.
Engraçado é ter que ler sobre os temas da conferência: A economia verde e o desenvolvimento sustentável. Logo o Brasil? Que contrasta uma economia diferente da sociedade? Dos 26 estados, apenas um conseguiu erradicar a pobreza segundo as estatísticas.
Coisas tão simples de serem resolvidas são jogadas ao relento: a educação, a segurança (que é relativa e poporcional à educação), a pobreza (que provém da ausência e ineficácia da educação). Citei "serem" quando na verdade deveria ser "É".
País sem educação não vai a lugar nenhum. "Dinheiro fácil" (relativo à economia) se obtém mais rápido. Economia elevada não significa dizer que é um país social e infraestruturalmente desenvolvido. Eu quero chegar no seguinte: Nenhum país em cacife para falar em conferências, por terem como objetivo "tentar se mostrar eficiente em relação ao desenvolvimento sustentável. Brasil, você não tem "know-how" para estar em conversas desse tipo pois, embora os países que ai estão fazendo parte sejam discrepantes, você não tem bagagem pra replicar assuntos.
Olha pra trás Dilma ;) Veja a educação como está! Observe os professores pedindo um simples reajuste que para um político idiota seria mais fácil de dar. É lindo ver um político chamar os professores de preguiçosos por estarem correndo atrás de seus direitos.
É muito bonito você olhar para os lados e observar pessoas dependendo de esmolas para sobreviverem enquanto a minoria se esbalda na riqueza da beira mar.
É muito legal perceber o seu ínfimo interesse em resolver essas questões que são a BASE de um país ideal. Realmente, o ideal não existe, existe para tanto o reflexo nesse tipo de país. Você Brasil, não segue isso. Se deixa levar por influências levianas da mídia que aliena você a rebolar e a dançar na frente da tv. Você está dançando muito, sendo feito de idiota, como então discutir sobre isso?
Quem são vocês? A quem dar-se a responsabilidade de não proteger uma mata-atlântica tão importante mundialmente.
Olha pra trás primeiro, veja o que não foi resolvido. Depois se preocupa com o problema dos outros. Aprenda a resolver as questões internas Brasil, hoje você não tem influência alguma externa a não ser as belíssimas mulheres despidas durante o carnaval, ou aos jogadores excelentes que viajam para fora: estes são seu único destaque.
Mas não recebem uma honra ao mérito por excelência na educação. Convive com um problema que para um país tão miscigenado deveria ser erradicada: o preconceito, a falta de conhecimento.
Parabéns Brasil! Realmente, você é um país de tudo, menos de todos: de todos os seus brasileiros, que mais necessitam.

Related Posts

Nenhum comentário:

Postar um comentário